Fone de ouvido: por que se preocupar?

Uso constante gera perda de audição cada vez mais em jovens

Geolife Médico - 25 de setembro de 2020


Usar fone de ouvido com frequência e volume inadequado é sim motivo de muita preocupação.


Me chamo Eduardo Gesswein, sou médico (CRM SC 17134) há mais de 10 anos e especialista em medicina do trabalho na cidade de Chapecó, Santa Catarina e aqui tenho atendido cada vez mais jovens com problema de audição.


Quando começo a conversar com o paciente para descobrir o que pode ter causado esse problema de saúde, em poucos minutos  já tenho o diagnóstico: o uso do fone de ouvido com muita frequência e volume alto. Outros casos que atendi em consultório, recentemente, foram de uso de som alto no carro e outros, em que a genética pode causar o problema de audição, mas ressalto que o uso do fone de ouvido tem prevalecido como causa principal dos problemas atuais de audição em jovens.


Sim, usar fone de ouvido é legal, são cada vez mais modernos, mas meu alerta é importante: os prejuízos à saúde são reais e não são mais característicos somente da terceira idade – estão chegando bem antes. 


Vocês, jovens de 25 anos, você pai de família de 42 anos, já podem estar apresentando problemas de audição e nem perceberam. Aumentar cada vez mais o volume da tv, do som do carro, do toque do telefone, já podem ser sinais de perda de audição e lembrem-se: o dano é no sistema neurológico e não tem cura.


A Organização Mundial da Saúde estima que 1 bilhão de pessoas na faixa dos 12 aos 35 anos, correm sérios riscos de sofrer perdas auditivas. A utilização prolongada deste equipamento causa danos irreversíveis, independente do modelo escolhido.


Então, não abuse!


Está trabalhando em home office - cuide-se! Seus filhos estão assistindo aula online com fone de ouvido: controle o tempo!


O indicado é usar o fone de ouvido, no máximo, 30 minutos consecutivos e realizar pausas, de pelo menos 10 minutos. Os próprios aparelhos de celular já indicam o volume ideal, então fique atento e não ultrapasse esse limite indicado.


O ouvido pode tolerar, de maneira contínua e sem danos à sua audição, até 80 decibéis.


Se você trabalha com barulho consecutivo, use os protetores do ouvido. São fundamentais para garantir sua saúde.


Mas, se porventura, você já percebeu que está com alguma dificuldade de compreensão auditiva, procure o médico. Um dos principais sintomas é o zumbido no ouvido.


Você tem acesso hoje, por exemplo, à consulta online (telemedicina), pelo aplicativo GeoLife, para esclarecer qualquer dúvida sobre sua saúde, inclusive sobre este tema, da audição.


A consulta online é fácil, é rápida, pois são médicos 24h à sua disposição.


Não fique com dúvida sobre sua saúde. Converse com o médico!


Dr. Eduardo Gesswein

CRM SC 17134

Principais assuntos:

Baixe o aplicativo GeoLife
A escolha
do Mion
Para cuidar
de sua família